Razões para Novas Empresas anunciarem no Guia de Mudanças.

5 ago

Por que anunciar no Guia de Mudanças?

◦ Campanhas pagas nos 4 maiores buscadores para que seu anúncio possa ser visto na primeira página.

◦ Nas primeiras posições dos maiores buscadores através da busca orgânica.

◦ Anúncio veiculado 24 horas por dia , 7 dias por semana para aumentar o número de orçamentos.

◦ Média de 1200 visitantes por dia de tráfego altamente qualificado.

◦ Média de 50 a 600 orçamentos mensais, trazendo resultados imediatos para a sua empresa. Este valor varia de acordo com a sua região.

◦ Possuímos o melhor atendimento do mercado. ◦ Portal lider em divulgação de empresas de mudanças no Brasil.

Histórico de Orçamentos

 

 

 

 

Relatório de orçamentos enviados por “Guia de Mudanças & Mudanças Na Web” Mês de Referência - julho , 2014

Total de orçamentos enviados: 1343

Total de orçamentos - SP – 747

Total de orçamentos - RJ – 264

Total de orçamentos - PR – 59

Total de orçamentos - DF – 83

Total de orçamentos - MG – 69

Acesse o link : http://www.guiademudancas.com.br/mudancas/anuncieaqui.aspx

E busque informações de como ampliar os resultados de seus negócios. Trabalhando em parceria com nosso já reconhecido Guia de Mudanças.

 

 

 

 

 

 

Guia de Mudanças nas redes sociais.

29 jul

Acompanhe também nossos perfis nas redes sociais para novidades, promoções e ótimas informações sobre o mercado de mudanças e transportadoras.

Facebook - https://www.facebook.com/guiademudancas?ref=hl

Twitter - https://twitter.com/guiademudancas

 

Como embalar a mudança!

29 jul

Na hora da mudança tudo vira uma bagunça, é uma mistura de ir logo para a casa nova, guardar todas as coisas sem esquecer nada, por isso é importante empacotar tudo e certificar-se que todos os objetos foram guardados. Veja como embalar corretamente sua mudança

 

  • Primeiro passo é conseguir as caixas de papelão que você utilizará, reforce sua base com fita adesiva.

 

  • Comece embalando os pequenos objetos de cada cômodo, como enfeites e coisas que você não usa diariamente, para esses objetos faça a escolha por caixas pequenas e fáceis de carregar.

 

  • Para as roupas você não precisa utilizar as caixas, dobre-as e coloque em malas de viagem, mas lembre daquela regra, só embale as coisas que você não irá utilizar até a mudança acontecer. Então se a mudança ocorrer no verão, comece guardando as roupas de frio.

 

Embalando mudanças

Uma das formas de se embalar mudanças

  • Caso tenha muitas bolsas, coloque uma dentro da outra para facilitar. Enrole os tapetes e amarre-os.

 

  • Objetos frágeis como louças e cristais devem ser embalados com jornal e plástico bolha.

 

  • Se você for levar algum móvel, guarde os parafusos em um mesmo saquinho e coloque uma identificação de qual móvel eles pertencem. Já falamos da identificação? Não, né?! Ela é muito importante, coloque uma etiqueta em cada caixa e mala identificando quais os objetos que estão lá dentro, a qual cômodo pertencem e se são frágeis ou não.

 

  • Se nas caixas que transportarão objetos frágeis sobrar espaços, amasse jornais e preencha cada lugar vazio, isso evita que o objeto chacoalhe durante o transporte e quebre.

 

Essas são algumas dicas para aliviar a bagunça da mudança. Hoje em dia você já encontra empresas especializadas em mudanças e empacotamento de móveis.

 

fonte : http://www.getninjas.com.br/ - em 

 

 

Pesquisa de Preços de Mudanças(Preços cobrados pelas empresas de mudanças em são paulo sp)

16 ago

Escolher a melhor empresa de mudança não é facil , pensando nisso o site Guia de Mudanças realizou uma pesquisa de preços de mudanças em 05 de Maio de 2013, com as seguintes informações abaixo:

 

Origem: São Paulo – Bairro: Perdizes  (casa térrea)

Destino: São Paulo – Bairro: Pinheiros (casa térrea)

Itens a serem transportados:

  • Cozinha: Maquina de lavar, Geladeira. Fogão 4 bocas, Exaustor, Microondas.
  • Sala: Mesa retangular com 6 lugares e cadeiras, Tapete, 3 quadros, 2 cadeiras, Um sofá de 3 lugares, uma mesa de centro.
  • Quarto de TV: Um sofá de 2 lugares, Um rack para TV, Uma TV de 40 polegadas.
  • Quarto filho: Uma cama e criado de Solteiro, um tapete, uma escrivaninha, um quadro.
  • Quarto do casal: Uma cama de casal com 2 criados mudos, um tapete médio, uma TV de 32 polegadas.
  • Quarto da empregada: Uma TV de 14 polegadas, uma cama de solteiro.

Abaixo segue orçamentos recebidos de empresas de mudanças em São Paulo com valores e informações de serviços:

 

APOLLO  TRANSPORTES – Preço a partir de : R$ 1.300,00

Tel.: (11) 5031-5651
Rua: Ciridião Durval, 170 – Jardim Aeroporto – SP
apollo.3@bol.com.br
www.apollotres.com.br

Seguro, 1% sobre o valor declarado, mínimo a ser declarado R$ 15.000,00.

02 Embaladores 1 dia antes da mudança, sendo cobrado R$ 250,00.

No Dia da Mudança:

01 Caminhão Baú

04 Ajudantes especializados,sendo um deles desmontador.

Forma de Pagamento : A vista, diretamente para nossa equipe, antes do carregamento do caminhão.

TRANSHORIZONTE MUDANÇAS – Preço a partir de : R$ 1.000,00

Tel.: (11) 2747-7125
Rua: Ciridião Durval, 170 – Jardim Aeroporto – SP
contato@mudancastranshorizonte.com.br
www.mudancastranshorizonte.com.br

Caminhão Baú, equipado com cobertores e acolchoados para maior proteção dos bens a serem transportados.

Equipe:  Motorista + 03 Ajudantes capacitados e uniformizados.

Valor: R$ 1.000,00 (Hum Mil Reais).

Com seguro incluso até R$ 5.000,00.

Pagamento: 3x no cheque.


MUDANÇAS E GUARDA MÓVEIS BIRA –  Preço a partir de : R$ 900,00

Rua do Engenho, 96 – Vila Nova Cachoerinha – São Paulo – SP – CEP: 02612-130

tel.: (11)  3851 – 7426

www.mudancasetransportesbira.com.br

Serviço Oferecido:Desmontagem,montagem e embalagem (roupas,louças e miudezas no geral), onde nossos funcionários se encarregam de todo o serviço para você.

Material Incluso:12 caixas de papelão economicas.

Transporte à mudança descrita:Iremos enviar um caminhão baú de  25 m³, com as seguintes medidas: 4.70 comp x 2.20 larg e 2.90 alt,  com seguro e rastreados pela ituran  equipado com cobertores, cordas e carrinhos, para maior segurança e locomoção dos moveis.

Nº de funcionários:Iremos enviar 03 funcionários treinados, experientes uniformizados e especializados, para o serviço contratado.

LIMA MUDANÇAS E TRANSPORTES – Preço a partir de : R$ 1.650,00

Tel.:  (11) 5844-1690

www.limamudancas.com.br

Caminhão baú médio equipado ( mantas \ cordas \ carrinhos \ ferramentas )
Ajudantes uniformizados para carga e descarga ( 04 )
Desmontagem \ montagem ( mesas \ camas )
Embalagem dos itens citados
Encaixotamento de diversos ( 40 caixas )
Acima cobrado r$ 5,00 cada caixa embalada por nossa equipe

VIA MARTE MUDANÇAS – Preço a partir de : R$ 780,00

Tel.: (11)3941-6015 / 4115-0915

www.viamartemudancas.com.br

Transporte com caminhão baú onde o serviço será executado por uma equipe de 03 funcionários, incluso desmontagem e montagem de móveis

Caso necessite de alguma peça por escada será cobrado a parte: R$ 10,00 Reais por andar.

Para embalagens de miudezas em geral como louças, livros, roupas de gavetas, brinquedos, etc… A empresa fornecerá e embalará 10 caixas, e 01 plástico Bolha caso vier a utilizar além das caixas inclusas na proposta será cobrado por unidade os seguintes valores:

Caixas: R$ 5,00

Fitas adesivas: R$ 3,00

Plástico bolha com 100 metros: R$ 80,00

 

 

Considerações Finais:

Valor Minimo: R$ 780,00

Valor Máximo: R$ 1650,00

Variação:  Mais que 100%

 

Sugerimos seguir as dicas do nosso blog para escolher da melhor maneira possível uma empresa de mudança.

Acesse o Mudanças Blog

Para obter acesso as empresas de mudanças com descontos especiais acesse o site Guia de Mudanças

 


 

Mudanças na Web – Novo produto do site Guia de Mudanças promete aumentar número de orçamentos!

25 jun

O que é o site Mudanças na Web?

Através do site Mudanças na Web  , o cliente preenche 1 formulário, recebe vários orçamentos e economiza na sua mudança. É bem simples e rápido!

 

 

O produto foi lançado esta semana e o mesmo será exclusivo para anunciantes do site Guia de Mudanças.

A idéia surgiu com a necessidade de suprir a carência do site Guia de Mudanças fora dos horários comerciais, no qual o cliente não consegue contato telefônico com as empresas da vitrine Guia de Mudanças.

Com essa união dos produtos Guia de Mudanças + Mudanças na Web , o Guia promete alavancar Vendas e Aumentar em mais de 100% o número de orçamentos recebidos.

Faça parte agora mesmo do Guia de Mudanças , entre em contato através da nossa central de atendimento.

 

Guia de Mudanças em matéria especial no Jornal Extra – RJ

23 abr

Por Lara Mizoguchi

O valor cobrado pelas empresas que fazem mudanças varia, geralmente, de acordo com o volume dos itens. No município do Rio, custa a partir de R$ 700. Mas é possível reduzi-lo em até 30%. Basta que a pessoa transporte os objetos pequenos e pegue caixas em supermercados para empacotar alguns itens.

A dica é do Maurício Alves Júnior, diretor do portal Guia de Mudanças (www.guiademudancas.com.br), especializado no serviço. Segundo ele, a maioria das empresas vai ao imóvel dias antes da mudança para avaliar o local — para checar se será necessário içar móveis pela janela ou transportar algo pela escada — e a quantidade de itens. Antes disso, ele ensina, a pessoa deve levar os objetos menores e as roupas para o novo endereço.

— A pessoa deve fazer isso antes da vistoria, porque, em alguns casos, o vistoriador não acredita que a pessoa levará e acaba incluindo no orçamento — diz.

Outra sugestão dada por Maurício é que a pessoa pegue caixas em supermercados e compre rolos de fita durex para empacotar. O motivo é que o material usado para embalar interfere no valor final.

— O material usado pelas empresas geralmente é mais caro. Se a própria pessoa empacota, reduz o valor em até 30% — ensina.

Coberto por seguro

Há um porém. Os seguros utilizados pelas empresas são apenas em cima dos itens empacotados pelas transportadoras. Então, para itens maiores e frágeis, se a pessoa quiser que sejam cobertos, é melhor que a empresa faça todo o serviço. Mas os livros, por exemplo, podem ser arrumados pelo cliente para que a empresa apenas transporte.

Como as empresas são responsáveis pelos itens e arcam com gastos se algum quebrar, elas recorrem a seguradoras.

— O cliente mesmo diz o valor dos itens e paga 1% pelo seguro. Se a mudança for avaliada em R$ 10 mil, pagará cem reais. Isso garante que cobriremos todos os estragos. Caso um sofá tenha o tecido rasgado, estofamos todo ele — explica Luiz Henrique Liebermann, proprietário da Top Quality, que atua no mercado há dez anos.

Os objetos delicados devem ser levados pela pessoa também para evitar que se percam. Há joias em que conta mais o valor sentimental e, quando pequenas, podem se perder no caminho.

— Explicamos para o cliente que ele deve levar computadores e joias, para evitar reclamações — explica Luiz.

Leia mais: http://extra.globo.com/casa/consumidor-pode-economizar-ate-30-do-valor-cobrado-pelas-transportadoras-se-embalar-transportar-objetos-menores-8171129.html

 

Guia de Mudanças expandindo seus negócios no mercado internacional!

20 abr

O Guia de Mudanças mais uma vez buscando expandir seus negócios no mercado internacional  está em fase de lançamento e testes do nosso novo portal GDM Movers  (versão americana do site Guia de Mudanças)

Segue vídeo institucional do nosso produto:

 

 

 

 

Dicas importantes na contratação de uma empresa de mudança!

26 fev

Dicas importantes na contratação de uma empresa de mudança!
Assista nosso video!

 

Doe e economize na sua mudança! Campanha de Doação Guia de Mudanças, participe!!

7 fev

O Guia de Mudanças, o maior site de empresas de mudanças do Brasil, ao longo de mais de 7 anos, vivenciando o dia a dia de empresas de mudanças e de clientes envolvidos na arte de mudar, lança a Campanha Nacional de Incentivo a Doação, visando ajudar além de quem realmente precisa, você na hora de sua mudança.

Mãos a Obra:

Separe algumas horas de seu fim de semana, ANTES DA MUDANÇA, para separar tudo aquilo que um dia lhe foi útil e que hoje não é mais. Lembra, do sapato antigo que está a muito tempo guardado? O sapato, as roupas do fundo do guarda roupa, toalhas e lençóis que a tempos não usamos, eletrônicos e eletrodomésticos esquecidos, bicicletas, utensílios, brinquedos, livros, computadores, enfim tudo o que não usamos mais.

Não se esqueça de pedir para entregar os móveis novos em seu novo endereço. A maioria das empresas de mudanças, não montam móveis novos, portanto será muito mais seguro que a loja monte e entregue seu novo móvel. Ah, não se esqueça de doar ainda no endereço antigo os móveis velhos que serão substituídos.

Porque doar:

Doar faz você economizar na mudança!

Se antes da mudança, você separar e doar tudo aquilo que não lhe tem mais utilidade, certamente você fará uma economia grande no valor final de sua mudança. Você economizará caixas, fitas, enfim material de embalagem, que seria usado para embalar estes itens, além de economizar com o ajudante que faria o trabalho de embalagem e de carga e descarga. Dependendo do tamanho do “quarto da bagunça”, esta economia pode chegar a até 30% do valor final da mudança.

Doar faz bem pra VOCÊ!

Além de se livrar das coisas que certamente iriam atrapalhar na nova casa, será muito gratificante saber que as coisas que para você não servem mais, irá ajudar muitas pessoas. Você estará fazendo o BEM.

Doar faz muito bem para o outro!

Lembre-se sempre, se algo não é mais útil para você certamente será muito útil para alguém. Existem instituições que reformam itens doados, montam antiquários e ajudam milhares de pessoas com a renda oriunda dessas doações. Doando você dará a alguém uma melhor qualidade de vida.

Doar faz bem ao meio ambiente!

Um dos grandes problemas das grandes cidades e de nossa sociedade consumista é o lixo. É comum vermos móveis, sofás, objetos inusitados jogados nas ruas, nos rios e no lixo. Dar o destino certo ao seu lixo, evita enchentes, doenças, etc.

Como doar:

Abaixo forneceremos algumas sugestões de instituições que fazem o trabalho de retirada de doações. Mas não deixe de pesquisar e escolher pessoalmente a quem ajudar. O mais importante é ajudar!!!

 

www.exercitodoacoes.org.br – tel.: 4003-2299 OBS.:é possível agendar via internet a retirada.

 

 

 

 
[tentblogger vimeo frLIvzxeHeI]

 

Como fazer uma Mudança Internacional , passo a passo!

3 jan

Estamos colocando abaixo as principais etapas baseadas em pesquisas nos principais portos do país.

Certamente, este roteiro não deve ser o mais completo e poderá variar de Estado/Porto. Mas certamente ele reflete o que todo viajante deve seguir.

 

como fazer uma mudança internacional

Etapa 01 – Preparação da Carga (mudança internacional)

 

Tudo começa com a arrumação da sua bagagem ainda no exterior. Se possível compre caixas de papelão padronizadas e as embale por cômodo da casa.

Comece pelos quartos e faça uma numeração da seguinte forma “Quarto 01 – Caixa 01″, “Quarto 01 – Caixa 02″, e assim por seguinte para quantos quartos você tiver. Depois, vá para sala, cozinha, banheiro e por aí vai. Pode parecer burocrático, mas lhe garanto, na hora da fiscalização conferir tudo será mais fácil.

Em seguida, faça uma declaração de bens, em computador se possível, contendo essas caixas. Relacione-as, todas, descrevendo o que tem dentro de forma genérica. Exemplo: na caixa 01 do quarto, há 3 calças, 5 camisas, 2 pijamas, 05 pares de meia. Na hora de descrever na Relação de Bens, descreva Roupas de uso pessoal. Não precisa ser tão burocrático e detalhista na hora de descrever o que tem.

A fiscalização quer saber se dentro daquela caixa número X há ou não roupas conforme declarado relação de bens.

Você pode fazer quantas caixas quiser desde que TODAS estejam relacionadas na declaração de bens, e que não ERRE o seu conteúdo. Você pode descrever de forma genérica (roupas, utensílios de cozinha, moveis do quarto), sem precisar se ater detalhadamente ao conteúdo (05 garfos, 03 colheres, 04 facas).

Ao final, estipule um valor total para os produtos. Pode ser um valor médio e não precisa ser exato, mas também não pode ser muito abaixo do correto. Declare em dólares ou em reais, como você quiser, mas a declaração de bens precisa ter um valor para a Receita Federal.

Ponto Importante 01: você pode trazer o que quiser, exceto veículos e bens automotores, tais como moto, carro, patinete, barcos, motores de polpa, qualquer coisa que tenha motor. Se trouxer, mesmo que seja um e apenas simples, sua carga inteira terá problemas. E aí, tudo vai por rio abaixo.

Ponto importante 02: Você pode trazer o que quiser novo, porém NADA PODE SER CONFIGURADO COM FINS COMERCIAIS. Exemplo: Você mora com a sua esposa e dois filhos. Há três quartos e uma sala. Logo, é admissível que nesta mudança haja 04 televisores, dois computadores, 04 aparelhos de som e por aí vai.

Mas não seria correto e plausível que viesse nessa bagagem 08 televisores, 07 notebooks, 10 aparelhos de som, correto? A fiscalização da Receita Federal vai analisar isso pelo âmbito do bom senso. Se ficar configurado que há fins comerciais, ou seja, que você aproveitou para fazer comércio, o despacho aduaneiro será comprometido aí retirar a sua carga será quase impossível.

Ponto importante 03: Caso haja equipamentos de trabalhos (ferramentas manuais, máquinas, serras, etc.) será preciso comprovar, por outros meios, que o viajante os utilizava profissionalmente. Para isso, uma declaração da firma em que trabalhava ou um contrato social (consularizado) servirá de prova.

Para evitar estes contratempos, contrate um profissional experiente no porto de destino para lhe dar as orientações finais. Faça esta lista de bens com antecedência e envie a ele para aprovação. Pergunte quanto tempo está levando para desembaraçar uma bagagem e quais são os principais problemas encontrados.

Depois de tudo preparado e listado, confira mais uma vez se realmente há dentro das caixas aquilo que você descreveu. Isso vai facilitar o trabalho do despachante aqui no Brasil e você não terá atrasos.

Etapa 02 – Contratando o Frete Internacional (empresa de mudança internacional)

Este é uma etapa importante, visto que uma má negociação neste momento encarecerá o processo no desembaraço.

Existem várias empresas de transportes e mudanças para o Brasil. Algumas grandes, outras de médio porte. Entretanto, todas possuem alguns critérios comerciais que precisa ficar muito claro para o viajante.

A primeira deles é que você deve fugir dos intermediários, dos atravessadores. No primeiro momento, eles podem lhe oferecer uma taxa menor na origem. Porém, ao chegar ao Brasil, vai descobrir que precisa pagar outros valores, que as vezes encarecem a conta.

Exemplo: nem sempre quem está contratando o frete com um intermediário sabe que ao chegar ao Brasil vai precisar pagar handling, taxa de siscarga, desconsolidação, e muitas outras despesas, de nomes esquisitos, mas que no final encarem o preço e pode gerar um desgaste enorme.

A dica é: contrate o frete diretamente com o armador. Se não for possível, negocie bem os valores e peça por escrito ou em contrato, quais valores serão pagos aqui no Brasil. Peça um frete com tudo incluso e exija que isso esteja formalizado.

Outro ponto importante é a negociação do freetime de entrega do contêiner. Você precisa ter um prazo de no mínimo 10 dias.

Este freetime significa quanto tempo você terá para devolver o contêiner vazio, e 7 dias é muito pouco. caso ultrapasse os 07, você terá uma multa diária de 50 dólares por dia. Assim, diga que você precisa de 15, para eles chegarem a 10 ou 12 dias. Peça um documento oficial deles, carta, email ou que escrevam no BL qual foi o prazo negociado.

Certamente, ter um prazo mínimo, o de praxe de 07 dias, lhe trará dor de cabeça na hora de desembaraçar. Lembre-se, no Brasil tudo é demorado e a companhia marítima não quer saber se a culpa foi sua ou não.

Etapa 03 – Documentação

Ainda nos país que você reside, antes da sua carga embarcar se possível, vá ao consulado brasileiro mais próximo e peça para fazer uma declaração de residência consularizada.

Isto significa que o Cônsul irá declarar, pelas vias legais, que você tinha residência fixa naquele lugar. Isso vai lhe evitar a comprovação e junção de vários documentos notarizados. Essa declaração consularizada será a prova de que o viajante morava naquele lugar e que agora volta para o Brasil.

No Brasil, o viajante também precisará comprovar possui uma residência fixa. Pode ser uma conta de água, energia ou telefone em seu nome.

E se não tiver? Então a saída será uma declaração de alguém da família ou próximo de você, informando que irá morar com ele. Este documento precisará ser reconhecido em cartório, junto com uma cópia autenticada do comprovante. Este procedimento comprova a futura residência do viajante no Brasil.

O terceiro documento é a lista de bens, como explicado na etapa 01. Ela precisa ser assinada pelo viajante em todas as folhas e ter o reconhecimento em cartório aqui no Brasil.

O quarto documento são as folhas autenticadas do seu passaporte, incluindo a via da foto e do endereço, além do visto, quanto existir.

O quinto documento é importante e ninguém dá muita atenção. Trata-se do bilhete aéreo da passagem. Muitas pessoas jogam isso foram, mas ele é obrigatório ser apresentada. O pequeno pedaço de papel precisa ser muito bem guardado.

O sexto e último documento é a Identidade e o CPF do viajante, no caso brasileiro.

Será preciso também verificar a situação cadastral dos viajantes na Receita. Caso esteja irregular, providencie o cumprimento das exigências na Receita Federal, antes do início do despacho aduaneiro. Ou então não será possível liberar a sua mudança.

Etapa 04 – Liberação da carga no Brasil

Procure fazer o pagamento do frete antecipado no país de origem. Isto melhora o andamento do processo, e você terá um ganho financeiro, uma vez que não ficará à mercê da variação cambial.

Assim que a carga for embarcada retire os BLs (conhecimento de carga) originais e traga em mãos para o Brasil. Este documento, junto com os outros, serão apresentados na Alfândega para liberação da carga.

Nesse momento você já deve ter contratado um profissional para lhe assessorar no Brasil. Procure por um despachante aduaneiro experiente, e que tenha boas referências. Discuta e negocie preço, mas fuja daqueles que fazem o serviço por qualquer preço.

Por experiência, este serviço requer muito conhecimento técnico e muitas vezes a redução dos honorários aduaneiros poderá comprometer o desempenho final. Pense que a sua carga estará em mãos de alguém que irá lhe representar. E qualquer erro ou displicência pode lhe custar multas ou atraso na liberação.

Depois de embarcado, este despachante lhe ajudará a monitorar a chegada no Brasil. Antes de chegar, será preciso pedir a remoção desta carga para um terminal próprio e especializado em armazenamento de bagagens.

Assim que chegar e a carga for removida, será preciso pedir a desova da carga, já que o contêiner precisa ser entregue ainda dentro do freetime (prazo) estipulado e negociado com a companhia marítima.

Depois de desovada a carga, o próximo passo é juntar a documentação e iniciar o despacho aduaneiro junto à Receita Federal. Depois de entregue, este processo será distribuído para um fiscal que irá averiguar tudo que foi dito acima.

Isso é um trabalho demorado e trabalhoso para ambos. Nesse momento, o viajante precisa ter paciência com os órgãos fiscalizadores do Brasil. Atualmente, uma bagagem leva de 30 a 45 dias úteis desde a chegada para ser concluída.

Etapa 05 – Retirada da carga do Terminal

Após todas as exigências alfandegárias cumpridas e a carga desembaraçada, o próximo passo é gerenciar a logística de retirada. Apesar de não ser a mais difícil, neste ponto o viajante precisa conhecer os custos que ele terá.

A armazenagem e as despesas portuárias precisarão ser quitadas antes de a carga sair. Aqui, serão pagos a armazenagem, a desova feita, a separação da carga (exigida pela Receita), a movimentação, e tudo mais. Assim, cobre do profissional que você contratou no Brasil, um orçamento prévio do que irá gastar.

Também será preciso contratar uma transportadora para levar a sua carga. Cote preço com mais de uma e negocie diretamente com a empresa. Por conhecimento de causa, o preço do frete pode ter variações bruscas, por conta da sua inexperiência comercial.

Como disse anteriormente, este roteiro não será o mais completo. Porém, ele reflete a minha experiência e os principais problemas sofridos pelos viajantes em todo o país. Ele poderá variar de Porto para Porto, mas a essência do que você precisa está aqui.

Mas além de seguir um roteiro prévio, contrate um profissional sério e não em mágicos e amigos de fiscais que lhe prometerão rapidez e agilidade. Na verdade, eles querem o seu dinheiro antecipadamente para depois deixar a sua carga mofar no terminal.

Apesar de ser complexa, a Lei existe e precisa ser cumprida. Não deixe que a falta de informação ou o cumprimento do que determina a Lei impeça você de retirar a sua bagagem.

 

Fonte: (logisticadescomplicada.com)